sábado, 30 de maio de 2009

INAUGURAÇÃO REALIZADA!

SUCESSO...
É esse, no mínimo, o resultado de nossa ação durante a última Bicicletada em Brasília.
Satisfação, é o sentimento mínimo de todas as pessoas que se envolveram para que a inauguração da nossa Praça das Bicicletas fosse realizada. E ontem, sexta-feira, 29/05/2009, deu-se a mais emocionante Bicicletada que Brasília já viu. O dia foi corrido, o pessoal todo envolvido com os últimos preparativos, corre aqui, corre ali, compra vela, busca pano, faz a placa, imprime lista de homenagem, separa as tintas, pincéis... e assim o dia passou rapidamente.

18:00
E o povo começa a chegar na Praça das Bicicletas. Este que vos escreve chegou um pouco mais tarde, quando a Praça já estava praticamente tomada pelos bicicleteiros, gente da imprensa e curiosos em geral. Todos já estavam completamente eufóricos com a festa e já não viam a hora de oficializar a inaguração e sair para pedalar. Foram momentos de pura satisfação e integração pessoal, momento esse muito importante pois as pessoas se apresentaram e os que nunca haviam participado das Bicicletada tiveram a oportunidade de ouvir e saber de onde viemos, o que pretendemos e pra onde estamos indo. Muita conversa, muito esclarecimento sobre a Bicicletada, debate sobre os nossos direitos e o porquê de se apossar daquele espaço e torná-lo definitavamente nosso! Uma faixa foi escrita na hora, com o nome de alguns ciclistas que morreram no trânsito caótico de Brasília, foi uma merecida homenagem, com a citação em voz alta de cada um dos nomes e um minuto de silêncio em respeito aos nossos involuntários heróis.
O tempo foi passando e o êxtase tomava conta de todos, era como se estivéssemos numa final de copa do mundo e é claro que o gol da vitória seria de bicicleta!!!!

Foi então que chegou o ingrediente que faltava: Um paraciclo de ferro, feito especialmente para a ocasião. Movimentação geral e enfim, o tão esperado momento: a colocação da placa! O poste imenso, tanto na altura quanto no diâmetro nos trouxe alguma preocupação logo de início, afinal de contas, sem nenhuma escada, quem conseguiria escalar e fixar a placa numa altura visível e segura? A conversa foi rápida e a solução imediata. Uma grande pirâmide humana se ergeu da base do poste até a altura desejada para a fixação da placa da Praça das Bicicletas.

Os bicicleteiros embaixo faziam festa, era realmente a coroação de toda a luta que travamos no dia-a-dia contra o apocalipse motorizado!!!! Placa fixada, gritos e festa da Bicicletada!Uma enorme ciranda de bicicletas se formou, pedalando num giro alucinado em volta do nosso novo monumento federal.

A Praça das Bicicletas está, enfim, oficialmente inaugurada!!!!!

Homenagens prestadas, inauguração realizada, tudo pronto para mais uma Bicicletada sair às ruas e fazer mais uma festa da propulsão humana. Desta vez, foi a melhor e maior Bicicletada que Brasília já viu até hoje. Os quase 100 bicicleteiros tomaram posse das ruas de Brasília, pedalando tranquilamente pelas vias, cantando, gritando e festejando!

Num pedal leve, de aproximadamente 15 km, a Bicicletada DF passou pelas principais ruas do "centro" e como sempre, fomos recebidos com gritos de incentivo, aplausos e buzinadas de todas as pessoas que por nós passavam.Nas quadras comerciais, as pessoas nos bares levantavam e nos aplaudiam, os funcionários saíam nas janelas e nas portas dos comércios e nos incentivavam.
Descemos pelas 400s até chegar na L2 Sul, uma das avenidas de maior trânsito e importância em Brasília.

Tomamos a rua completamente, nenhum carro ousava nos ameaçar, apesar de alguns motoristas mais estressados, seguimos em nossa pedalada até a próxima comercial.Subimos eufóricos pela 405 Sul, sempre ocupando a pista inteira, depois na 206, nos apossamos da tesourinha, em seguida a 106 e voltamos pela W1, até alcançarmos as 300s que nos daria acesso a outra via de extrema importância: A W3 Sul.

Em mais uma decisão rápida e unânime, optamos por novamente ocupar completamente a via, seguimos assim por pelo menos 500 metros e então a Bicicletada liberou a faixa da direita para a circulação dos coletivos e logo em seguida para os motorizados particulares, que passavam em velocidade extremamente baixa e olhavam atônitos a invasão das bicicletas.

E foi assim, em ritmo de festa e realização, que a Bicicletada DF de Maio, foi, a cada metro, a cada quadra, pedalando, ocupando e resistindo, rumo ao Eixo Monumental, até chegar à Torre de TV, concluindo mais uma intrépida pedalada!

E que assim seja, a cada mês uma vitória, a cada Bicicletada uma conquista. Em janeiro (por causa do FSM) éramos apenas 5, em fevereiro uns 20 e ontem quase 100. Com muita tranquilidade e conscientização, logo chegaremos aos 1000 bicicleteiros em uma só Bicicletada, e até lá, a cada mês vamos ocupando e nos apropriando mais e mais deste grande cemitério de concreto que é a nossa Capital Federal.

E hoje, sábado, logo pela manhã, não me contive e pedalei solitário até a Praça das Bicicletas, um pedal tranquilo, de esperança e uma certa ansiedade, mas ao chegar no local, a alegria novamente tomou conta de mim: A placa continua lá, intacta, assim como o paraciclo, ostentando a nossa conquista para todos que passam!

E nos 7 km de volta, uma satisfação incomensurável se apossou de mim:

Sim, a Bicicletada DF a cada mês atinge seus objetivos e a massa só aumenta. Sim, a praça está inaugurada e resiste! Sim, sabemos que somos capazes de muito mais, de mais sonhos e mais conquistas! E ninguém vai ser capaz de nos parar!!!!

11 comentários:

  1. Uau, senti arrepios aqui! Gostaria de ter participado fisicamente (sim, porque, em espírito, estava lá!). Parabéns!!!!

    ResponderExcluir
  2. Q legal...
    Amei a parte de vcs colocando a placa...
    Deve ter sido uma emoção muito gostosa!
    Parabéns!
    Infelizmente não pude comparecer, mas meu coração estava lá!
    Lembrei muito de vcs!
    Quero ver as fotos! :-)

    Agora essa sua pedadala no sábado, bem cedinho... foi 10!
    Chegar e encontrar a placa lá...
    Sabendo q tudo q aconteceu ontem foi verdade... Deve ter sido muito legal!!!!

    Parabéns por todos q contribuiram para q acontecesse o evento!

    NOSSA BICICLETADAAAAAA!!!!
    Beijo a todos,

    ResponderExcluir
  3. rs rs rs
    Pôxa vida.. esse negócio de não comparecer e falar q o coração estava lá...
    Não rola... rs rs rs
    Mas, é verdade.. meu coração estava lá, viu?

    É verdade! Pq nas minhas veias está partes da bike!!!!! :-) :-) :-()

    ResponderExcluir
  4. Ricardo Oliveira30 de maio de 2009 15:17

    Lindo demais...
    e é também muito bom saber que tanta gente apóia a bicicletada mesmo estando ainda preso aos motores. vamos agora povoar a praça do ciclistas com muitas bicicletadas e ciclistas e obras de arte e se possivel até com vasos de plantas vamos por cores naquele cinza brilhante e retomar pra nós aquele espaço merecido que estão tomando de nós! cada vitória como a de ontem é como aquele gole d'água depois de uma subidona, como o vento que evapora o suaor e refresca a nossa alma, é como o eixão no domingo... Mas ainda temos muitas subidas pela frente até o brasileiro deixar de ser "apaixonado por carro". mas afinal, é pra isso que pedalamos não é? pelas subidas.

    ResponderExcluir
  5. Renato, gostei muito do artigo! Fico feliz de poder constatar que após tantos anos de esperanças, torcidas e algumas pedaladas, a realidade da bicicleta vai se tornando finalmente viável, e a bicicleta começa a deixar de ser aquele mero brinquedo da infância para se tornar um dos meios de locomoção mais eficientes e corretos.
    Parabéns pelo artigo!

    Grande abraço

    ResponderExcluir
  6. Cade as fotos galera? Parabéns pela conquista.

    ResponderExcluir
  7. Oi, Renato.
    Compareci à bicicletada, e foi bem assim como você descreveu...
    Muitas pessoas fotografaram, inclusive eu. Por que não montamos um álbum virtual pra colocar nossas imagens lá?

    Abraço!

    ResponderExcluir
  8. por favor emilia, poste as fotos! =)

    ResponderExcluir
  9. Participo da bicicletada de SP, mas isso é irrelevante, pois as conquistas de vcs aí são conquistas nossas tb, assim como nossas conquistas são de vcs tb, afinal somos todos ciclistas querendo seu direito de chegar vivo em casa ser respeitado.

    Realmente arrepiei ao ler o texto e pensar que aí como aqui, nossas ações se tornam cada dia mais necessárias para que as sociedade se mova no sentido mais justo para todos.

    Só faltaram as fotos mesmo.

    ResponderExcluir
  10. Muito dez...
    Quinze dias para a próxima bicicletada!
    Tô dentro!!!

    ResponderExcluir